Texto Maior
Texto Maior
Texto Maior
Texto Menor
Texto Menor
Texto Normal
Texto Normal
Contraste
Contraste
Libras
Libras
Vlibras

O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Acesso à informação
Acesso à informação
Icone Notícia

Saúde - Quarta-feira, 15 de Maio de 2019

Centro de Especialidades: Ortopedista atende em média 40 pacientes por dia e fila por consultas é zerada

Médico ortopedista contratado em 2017 era um antigo anseio dos moradores que sofrem com problemas de tendinite, dores nos pés, joelhos, hérnia de disco, bursite, dentre outros


Centro de Especialidades: Ortopedista atende em média 40 pacientes por dia e fila por consultas é zerada

Com o objetivo de proporcionar atendimento especializado e ágil a centenas de pacientes de Pompeia com problemas ortopédicos, a administração Tina Januário contratou ainda no início de 2017 o médico Daniel Heubel Albertoni, que atende tanto no Centro de Especialidades Médicas, quanto na Santa Casa de Pompeia. Com essa nova contratação, pacientes que sofriam com problemas como tendinite, dores nos pés, joelhos, coluna, hérnia de disco, bursite, distensão muscular entre outras passaram a encontrar atendimento no Município. Desde então, toda quarta-feira dezenas de pacientes são atendidos pelo médico no Centro de Especialidades, dos casos mais simples aos mais complexos e urgentes.

O profissional ortopedista atende em média 40 pacientes por dia de consulta, realizadas uma vez por semana. Com isso, as filas de espera já não existem mais e os pacientes se mostram bastante satisfeitos por serem atendidos no próprio Município.

A aposentada Creuza Moura Gimenez de 64 anos sofre com um problema grave na coluna, além de uma artrose, e sempre enfrentou longas filas de espera para consultas no passado. Para ela, a nova especialidade proporcionada pela Saúde municipal ajuda a melhorar a vida de muitas pessoas. “É uma benção tudo isso, pois somos atendidos mais rápido e deixamos de sentir dor. É bom demais”, comemorou.

Rogério Teixeira Barbosa, superintendente do DHS, destacou que manter ou contratar um médico ortopedista é uma conquista para poucos municípios, principalmente devido à crise econômica nacional. “Os custos de um médico ortopedista atendendo periodicamente no hospital, e as consultas ofertadas à população, são avanços para poucos municípios do Brasil, haja vista as condições financeiras que estes enfrentam. A Prefeitura de Pompeia e o DHS não têm medido esforços para oferecer esse atendimento à população”, frisou ‘Pida’.

“Só na ortopedia, estamos recebendo em média 40 pacientes por semana, em sua maioria idosos que precisam deste tipo de atendimento com agilidade. Por isso, agradecemos a prefeita Tina Januário por contratar e manter o ortopedista no Centro de Especialidades”, completou Gislaine Souza, enfermeira responsável pelo Programa Saúde da Família.

O agendamento para todas as especialidades funciona da mesma forma. O paciente precisa ser avaliado primeiro por um médico clínico geral, disponível em sua Unidade de Saúde, antes de passar pelo Centro de Especialidades.

FacebookTwitterWhatsApp

voltar para a listagem de notícias...